Itaúsa, Cambuhy e Warrant assumem controle da Alpargatas

O negócio foi anunciado no dia 12 de julho. A J&F Investimentos detinha 255.183.112 ações, sendo 207.246.069 ações ordinárias e 47.937.043 ações preferenciais. O preço total do negócio foi de R$ 3,5 bilhões, sendo R$ 14,25 o valor atribuído por ação ordinária e R$ 11,40 por preferencial, vendidas pela J&F.

Itaúsa

A Itaúsa, por sua vez, informou que, com o fechamento da transação, adquiriu 27,12% do capital total da Alpargatas, representado por 103.623.035 ações ordinárias e 23.968.521 ações preferenciais, desembolsando o montante de R$ 1,739 bilhão, sendo o preço por ação equivalente a R$ 14,17 por ação ordinária e R$ 11,32 por ação preferencial, após ajustes efetuados em razão do pagamento de juros sobre capital próprio aos acionistas. Os recursos utilizados pela Itaúsa nessa aquisição serão recompostos por meio da emissão de notas promissórias.

OPA

De acordo com o comunicado divulgado nesta quarta-feira, 20, pela Alpargatas, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou a operação. Por lei, os compradores têm agora a obrigação de realizar a oferta pública de aquisição das ações com direito a voto de propriedade dos demais acionistas da companhia, detentores de ações ordinárias, de modo a assegurar a tais acionistas o preço no mínimo igual a 80% do valor pago por ação ordinária à J&F. O registro perante a CVM deverá ser feito em um prazo de 30 dias a partir de hoje.

Fonte: Estadão Conteúdo